top
logo

Documentos

Subscrever

Visitantes

Temos 68 visitantes em linha

Home Novembro
Novembro
Um revolucionário incomparável Fidel, um Aquiles comunista PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 28 Novembro 2016 19:22

Miguel Urbano Rodrigues

Publicado em 2016/11/26, em: http://www.odiario.info/?p=4226&print=1

Colocado em linha em: 2016/11/28

Ele foi na segunda metade do século XX o dirigente do Terceiro Mundo que maior influência exerceu pela palavra e pela ação no rumo de acontecimentos que marcaram o processo da descolonização e as lutas contra o imperialismo.


Um revolucionário incomparável Fidel, um Aquiles comunista
Um revolucionário incomparável Fidel, um Aquiles comunista

 
Crise capitalista e ofensiva imperialista PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Pelo Socialismo   
Sexta, 25 Novembro 2016 14:11

Giorgos Marinos

Publicado em 2016/11/13, em: http://resistir.info/grecia/marinos_30out16_p.html

Colocado em linha em: 2016/11/25

O KKE, com o sentido da responsabilidade internacionalista, desempenhou um papel de liderança no início dos Encontros Internacionais de Partidos Comunistas e Operários (EIPCO), contribuiu e contribui para manter o seu caráter como local de encontro entre os PC, em oposição a posições que visam a participação de formações social-democratas, que são etiquetadas como sendo “anti-imperialistas”, “de esquerda”, ou forças “progressistas"


Crise Crise capitalista e ofensiva imperialista
Crise Crise capitalista e ofensiva imperialista

Actualizado em Sexta, 25 Novembro 2016 16:58
 
O derrube do muro de Berlim (09/nov/89) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 21 Novembro 2016 16:32

Daniel Vaz de Carvalho

Publicado em 30216/09/11, em: http://resistir.info/v_carvalho/derrube_do_muro_de_berlim.html

Colocado em linha em: 2016/11/21

É necessário romper o véu da conversa sobre uma democracia acima das classes. Só pode haver uma verdadeira democratização se as pessoas que criam riqueza forem as proprietárias dos principais meios de produção e da terra. A democracia burguesa, onde funciona, reduz-se a espaços de liberdade conquistados ao capital pela luta dos trabalhadores. Quando o poder está nas mãos do capital, o povo é tutelado.


O derrube do muro de Berlim (09/nov/89)
O derrube do muro de Berlim (09/nov/89)

 
Declaração do SG do CC do Partido Comunista da Grécia (KKE), Dimitris Koutsoumpas, na manifestação contra a visita de Barack Obama PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Pelo Socialismo   
Sexta, 18 Novembro 2016 10:55

Partido Comunista da Grécia (KKE)

Publicado em 2016/11/16, em: http://inter.kke.gr/en/articles/STATEMENT-OF-THE-GS-OF-THE-CC-OF-THE-KKE-DIMITRIS-KOUTSOUMPAS-AT-THE-DEMONSTRATION-AGAINST-THE-VISIT-OF-BARACK-OBAMA/

Tradução do inglês de PAT

Colocado em linha em: 2016/11/18

Damos as “boas vindas” militantes ao presidente dos EUA, de um Estado imperialista que, entre outras coisas – especialmente nos últimos anos, com a crise económica capitalista –, lidera os “abutres” do FMI, que sangram o povo grego. Um Estado que provoca golpes de estado militares, que faz intervenções e guerras imperialistas, da Ucrânia ao Mediterrâneo Oriental, ao Médio Oriente, ao Norte da África, à Ásia, à América Latina.


Declaração do SG do CC do Partido Comunista da Grécia (KKE), Dimitris Koutsou
mpas, na manifestação contra a visita de Barack Obama
Declaração do SG do CC do Partido Comunista da Grécia (KKE), Dimitris Koutsoumpas, na manifestação contra a visita de Barack Obama

 
Sobre os acordos de paz na Colômbia PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 14 Novembro 2016 17:16

Partido Comunista da Grécia (KKE)

Publicado em: http://inter.kke.gr/pt/articles/Sobre-os-acordos-de-paz-na-Colombia/

Colocado em linha em: 2016/11/14

No passado houve outras tentativas de chegar à paz, sendo as negociações dos anos 1982-1984, com o governo de Belisario Betancourt, as mais conhecidas. O referido processo resultou na formação da “União Patriótica” (UP) como partido político legal das FARC-EP e do Partido Comunista Colombiano (PCC). A UP foi sujeita a uma verdadeira matança pelo estado burguês e pelo paramilitarismo. Numa década foram assassinados mais de 5000 membros e quadros da UP, entre eles dois candidatos presidenciais, 7 senadores, 13 congressistas, 11 alcaides, 69 vereadores, enquanto milhares de pessoas tiveram que seguir o caminho do exílio político fugindo para o estrangeiro.


Sobre os acordos de paz na Colômbia
Sobre os acordos de paz na Colômbia

 
« InícioAnterior12SeguinteFinal »

Pág. 1 de 2

bottom
top

Mais Recentes

Popular

Procurar na Biblioteca


Procurar: 
Autores: 
Título: 
ISBN: 
Descrição: 
Publicado: 
Categoria: 

bottom

Produzido em Joomla!. Valid XHTML and CSS.

eXTReMe Tracker