top
logo

Documentos

Subscrever

Visitantes

Temos 46 visitantes em linha

Home Fevereiro
Fevereiro
Aves de rapina PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 29 Fevereiro 2016 17:14

Julio Minguez

Publicado em 2016/02/22, em: http://www.unidadylucha.es/index.php/actualidad/1737-aves-de-rapina

Tradução do castelhano de RG

Colocado em linha em: 2016/02/29

Cada nova tentativa de investir um determinado volume de dinheiro-capital necessariamente superior ao anterior investimento depara-se com o inconveniente de não alcançar uma quantidade maior de excedente (mais-valia).  De facto, há um aumento; porém, é insuficiente, demasiado pequeno, para remunerar adequadamente o volume de dinheiro-capital investido, o que se manifesta numa redução da taxa de lucro.


Aves de rapina
Aves de rapina

 
A Guerra do Golfo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Pelo Socialismo   
Sexta, 26 Fevereiro 2016 15:20

Jorge Cadima

Publicado no “Avante!” n.º 2203, em 2016/02/18 e em: http://avante.pt/pt/2203/argumentos/139144/

Colocado em linha em: 2016/02/26

A Guerra do Golfo abriu portas à escalada das políticas imperialistas de guerra e agressão que ensanguentam o planeta há 25 anos. A destruição final da URSS, no Verão de 1991, libertou definitivamente as mãos ao imperialismo, que passou a agir de forma cada vez mais brutal e descarada. O direito internacional e os tratados de desarmamento foram sendo substituídos pela lei da selva.


A Guerra do Golfo
A Guerra do Golfo

 
Nomes no obelisco [13] PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 22 Fevereiro 2016 18:11

D. Valovoi e G. Lapchiná

“Nomes no obelisco”

[O livro é publicado por partes. Hoje publica-se a biografia de Jean Jaurès]

Colocado em linha em: 2016/02/22

Dando-se conta da influência e popularidade de Jaurès, os círculos governantes queriam corrompê-lo a todo o transe. ... prometeram-lhe pastas ministeriais, aliciaram-no com o poder, a glória, o dinheiro. ... umas horas antes de o assassinarem foi-lhe proposta a pasta de ministro no gabinete de René Viviani. O governo czarista da Rússia, informado da influência de Jaurès, tentou oferecer-lhe, em 1906, 200 mil francos para que se afastasse da campanha contra os empréstimos à Rússia. No dia 31 de julho de 1914, Jaurès foi assassinado. Este ato provocou uma explosão de indignação.


Nomes no obelisco [13]
Nomes no obelisco [13]

 
Ensaio termonuclear da Coreia do Norte: Desafio ao mundo ou auto-preservação? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Pelo Socialismo   
Sexta, 19 Fevereiro 2016 16:54

Alexander Vorontsov

Publicado em 2016/02/11, em: http://resistir.info/coreia/coreia_31jan16_p.html

Colocado em linha em: 2016/02/19

Pyongyang mostrou verdadeira contenção em 2014, bem como no início de 2015, apresentando numerosas propostas de paz a quase todas as partes envolvidas. Seus adversários etiquetaram estas propostas como “propaganda” e elas foram recusadas. Pyongyang avançou, em 8 de janeiro de 2015, com uma proposta – e que foi rejeitada sem exame – que sugeria o cancelamento das operações militares bilaterais EUA-Coreia do Sul, em troca de uma paralisação dos testes nucleares por Pyongyang.


Ensaio termonuclear da Coreia do Norte: Desafio ao mundo ou auto-preservação?
Ensaio termonuclear da Coreia do Norte: Desafio ao mundo ou auto-preservação?

 
A propósito de uma visão deformada das relações interestaduais modernas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por administrador   
Segunda, 15 Fevereiro 2016 19:50

Eliseos Vagenas

Publicado em: http://inter.kke.gr/fr/articles/A-propos-dune-vision-deformee-des-relations-interetatiquesmodernes/

Tradução do francês de TAM

Colocado em linha em: 2016/02/15

... a burguesia alemã (ou a sua parte mais forte) calcula que por agora é mais vantajoso para ela cooperar com os Estados Unidos e exercer uma «pressão» sobre a Rússia do que adotar uma outra posição. Com certeza, certas camadas da burguesia alemã tiveram prejuízos ou estão mesmo literalmente arruinadas por causa da cooperação com os Estados Unidos na luta contra a Rússia. Esses teriam preferido outras alianças geopolíticas para a Alemanha, mas é evidente que eles são menos fortes do que os que apoiam a «linha» para exercer pressão contra Moscovo.


A propósito de uma visão deformada das relações interestaduais modernas
A propósito de uma visão deformada das relações interestaduais modernas

 
« InícioAnterior12SeguinteFinal »

Pág. 1 de 2

bottom
top

Mais Recentes

Popular

Procurar na Biblioteca


Procurar: 
Autores: 
Título: 
ISBN: 
Descrição: 
Publicado: 
Categoria: 

bottom

Produzido em Joomla!. Valid XHTML and CSS.

eXTReMe Tracker