top
logo

Documentos

Subscrever

Visitantes

Temos 23 visitantes em linha

Home Julho
Julho
O esmagamento da Grécia revolucionária PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Ulrich Huar

Publicado em 2015/07/21, em: http://www.histsocialismo.com/docs/Huar_Intervencao_britanica_Grecia.pdf

Tradução do alemão por PG, revisão e edição por CN, 14.07.2015 (original em http://www.stalinwerke.de/Diverses/stalinsbeitraege.html)

Colocado em linha em: 2015/07/31

Não me admiraria», disse o presidente Roosevelt, «se Winston [Churchill, UH] nos tivesse simplesmente transmitido que queria apoiar os monárquicos gregos. Isto estaria de acordo com o seu caráter. Mas assassinar a guerrilha grega! Usar as tropas inglesas para tal coisa!». Roosevelt criticou pouco antes da sua morte a «capacidade inglesa de juntar num bloco os outros países contra a União Soviética


O esmagamento da Grécia revolucionária
O esmagamento da Grécia revolucionária

 
Nomes no obelisco [4] PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

D. Valovoi e G. Lapchiná

“Nomes no obelisco”

Colocado em linha em: 2015/07/27

Foi-lhe apresentada uma acusação monstruosa, do ponto de vista dos pequenos burgueses discretos, por “incitar os cidadãos à resistência armada ao poder real”. Lassalle pronunciou em sua defesa um discurso que, até agora, impressiona pela sua lógica clara, a eloquência rica e a convicção na justeza da causa. Para K. Marx e F. Engels foi um ato de violência monárquica e pronunciaram-se em defesa do acusado nas páginas do jornal Nova Gazeta Renana.


Nomes no obelisco [4]
Nomes no obelisco [4]

 
Declaração do Comité Central do Partido Comunista da Grécia (KKE) sobre o novo Acordo-Memorando PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

KKE

Colocado em linha em: 2015/07/24

Publicado em 2015/07/15, em: http://inter.kke.gr/en/articles/STATEMENT-OF-THE-CENTRAL-COMMITTEEOF-THE-KKE-ON-THE-NEW-AGREEMENT-MEMORANDUM/

Tradução do inglês de TAM e PAT

Colocado em linha em: 2015/07/24

 

Os que defendem que a saída da Grécia da Eurozona, com uma moeda desvalorizada, vai impulsionar a competitividade e o crescimento com consequências positivas para o povo, estão a semear conscientemente um logro. Seja qual for o crescimento capitalista conseguido no futuro não vai ser acompanhado pela recuperação dos salários, das pensões e dos direitos e, por esta razão, não irá beneficiar o povo. Vai levar a novos sacrifícios do povo no altar da competitividade dos monopólios.... A Grécia capitalista com uma moeda nacional não constitui uma rotura a favor do povo. ... As leis da exploração capitalista, a implacável concorrência monopolista “reinarão”.


Declaração do Comité Central do Partido Comunista da Grécia (KKE) sobre o no
vo Acordo-Memorando
Declaração do Comité Central do Partido Comunista da Grécia (KKE) sobre o novo Acordo-Memorando

 
A crise Grega demonstra que a alternativa ao sistema capitalista passa pela Revolução PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Miguel Urbano Rodrigues

Colocado em linha em: 2015/07/20

Publicado em 2015/07/12, em: http://www.odiario.info/?p=3705&print=1

 

Mas, porventura se dissiparam as ilusões semeadas pelo Syriza e os demagogos populistas Tsipras e Varoufakis?


A crise Grega demonstra que a alternativa ao sistema capitalista passa pela Revo
lução
A crise Grega demonstra que a alternativa ao sistema capitalista passa pela Revolução

 
Para iniciar a invasão da Síria pelos EUA, os politólogos de Washington apelam à sua divisão, destruição e ocupação militar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Tony Cartalucci

Colocado em linha em: 2015/07/17

Publicado em Global Research, em 2015/06/26: http://www.globalresearch.ca/us-to-begin-the-invasionof-

syria-washington-policymakers-call-for-the-division-destruction-and-military-occupation-ofsyria/

5458628

Tradução do inglês de PAT

 

Na realidade, as linhas de abastecimento do ISIS conduzem diretamente às zonas operacionais dos EUA na Turquia e Jordânia, porque eram o ISIS e a Al Qaeda que, desde o início, o Ocidente planeava usar antes do conflito de 2011 começar, e, desde então, baseou aí a sua estratégia...


Para iniciar a invasão da Síria pelos EUA, os politólogos de Washington apela
m à sua divisão, destruição e ocupação militar
Para iniciar a invasão da Síria pelos EUA, os politólogos de Washington apelam à sua divisão, destruição e ocupação militar

 
« InícioAnterior123SeguinteFinal »

Pág. 1 de 3

bottom
top

Mais Recentes

Popular

Procurar na Biblioteca


Procurar: 
Autores: 
Título: 
ISBN: 
Descrição: 
Publicado: 
Categoria: 

bottom

Produzido em Joomla!. Valid XHTML and CSS.

eXTReMe Tracker