top
logo

Documentos

Subscrever

Visitantes

Temos 74 visitantes em linha

Home Junlho
Julho
As 10 perguntas que a Rússia faz à Ucrânia sobre o sinistrado voo MH17 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

teleSUR-RT/ad-LP

Foi colocado online na área de Documentos em 28 de Julho de 2014

Publicado em 2014/07/19, em: http://www.telesurtv.net/articulos/2014/07/19/las-10-preguntas-que-rusia-lehace-a-ucrania-sobre-el-vuelo-siniestrado-mh17-6221.html/#mediabox

Tradução do castelhano de PAT

 

Que lições aprendeu a Ucrânia com um acidente semelhante em 2001, quando um avião russo Tu-154 caiu no Mar Negro? Então, as autoridades ucranianas negaram qualquer envolvimento das Forças Armadas da Ucrânia, até que uma prova irrefutável demonstrou oficialmente que Kiev foi o culpado.


As 10 perguntas que a Rússia faz à Ucrânia sobre o sinistrado voo MH17
As 10 perguntas que a Rússia faz à Ucrânia sobre o sinistrado voo MH17

 
Carta de repúdio ao Estado de Sítio vivido no Rio de Janeiro PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Foi colocado online na área de Documentos em 25 de Julho de 2014

Publicado em 2014/07/15, em: http://pcb.org.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=7599:carta-derepudio-ao-estado-de-sitio-vivido-no-rio-de-janeiro&catid=136:copa-para-quem

 

O legado da FIFA para o Brasil será a sedimentação de um estado de exceção, legitimado pelo sistema judicial, onde cidadãos podem acordar com policiais na sua porta para a decretação de suas prisões como garantia da paz e da ordem do Estado. A paz e a ordem são criadas através da supressão dos direitos de livre manifestação e participação política, e pela prisão dos que defendem a democracia. Mas como nos lembra Marcelo Yuka, “Paz sem voz não é paz é medo!”.


Carta de repúdio ao Estado de Sítio vivido no Rio de Janeiro
Carta de repúdio ao Estado de Sítio vivido no Rio de Janeiro

 
FRENTE À BURGUESIA PRÓ-IMPERIALISTA E AO REFORMISMO: ACUMULAÇÃO REVOLUCIONÁRIA DA FORÇA OPERÁRIA E POPULAR PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Partido Comunista da Venezuela (PCV)

Foi colocado online na área de Documentos em 25 de Julho de 2014

Publicado em: http://prensapcv.wordpress.com/2014/07/14/declaracion-publica-del-21o-pleno-del-comitecentral-del-partido-comunista-de-venezuela/

Tradução do castelhano de MF

As forças progressistas que nos últimos quinze anos ganharam eleições presidenciais na América Latina, com um discurso de «Revolução democrática» e o protagonismo do povo, implementaram medidas e reformas populares no plano político e económico, mas sem ultrapassar o Estado burguês; estão assim a chegar ao limite que o sistema capitalista lhes permite, mostrando que o verdadeiro Poder continua a pertencer às várias camadas da burguesia.


FRENTE À BURGUESIA PRÓ-IMPERIALISTA E AO REFORMISMO: ACUMULAÇÃO REVOLUCIONÁ
RIA DA FORÇA OPERÁRIA E POPULAR
FRENTE À BURGUESIA PRÓ-IMPERIALISTA E AO REFORMISMO: ACUMULAÇÃO REVOLUCIONÁRIA DA FORÇA OPERÁRIA E POPULAR

 
Algumas questões sobre a unidade do movimento comunista internacional PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Secção de Relações Internacionais do CC do KKE

Foi colocado online na área de Documentos em 21 de Julho de 2014

Publicado em: http://inter.kke.gr/pt/articles/Algumas-questoes-sobre-a-unidade-do-movimento-comunistainternacional/

 

O pior é que a ideia das etapas conduz à procura de soluções administrativas, por exemplo «governos progressistas, de esquerda ou patrióticos» que, objectivamente, irão gerir os interesses dos monopólios, que continuarão a deter a propriedade dos meios de produção e o poder político. Esta opção fomenta ilusões, não contribui para a preparação do movimento operário para as duras confrontações de classe, condena-o ao atraso e torna-o vulnerável à ideologia e política burguesas, enreda-o em ilusões parlamentares.


Algumas questões sobre a unidade do movimento comunista internacional
Algumas questões sobre a unidade do movimento comunista internacional

 
O voo MH17 das linhas aéreas da Malásia caiu numa zona de guerra da Ucrânia. Quem esteve por trás? Cui Bono? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Tony Cartalucci

Foi colocado online na área de Documentos em 21 de Julho de 2014

Publicado em 2014/07/17, em: http://www.globalresearch.ca/malaysian-airlines-flight-mh17-downed-over-warzone-ukraine-who-was-behind-it-cui-bono/5391840

Tradução do inglês de PAT

 

Se o derrube do MH17 não foi um caso trágico de erro de identificação, então a resposta à primeira pergunta de qualquer investigação, cui bono? – ou, “a quem beneficia?” – é um retumbante "NATO".


O voo MH17 das linhas aéreas da Malásia caiu numa zona de guerra da Ucrânia.
Quem esteve por trás? Cui Bono?
O voo MH17 das linhas aéreas da Malásia caiu numa zona de guerra da Ucrânia. Quem esteve por trás? Cui Bono?

 
« InícioAnterior123SeguinteFinal »

Pág. 1 de 3

bottom
top

Mais Recentes

Popular

Procurar na Biblioteca


Procurar: 
Autores: 
Título: 
ISBN: 
Descrição: 
Publicado: 
Categoria: 

bottom

Produzido em Joomla!. Valid XHTML and CSS.

eXTReMe Tracker